Vamos conversar sobre o seu projeto? SOLICITAR UM ORÇAMENTO

Vamos conversar sobre o seu projeto? SOLICITAR UM ORÇAMENTO

 

Gostaríamos de compartilhar nesta pauta, o que é um site responsivo e porque é tão importante investir neste canal de comunicação.

Antes de começarmos, nos diga: Você já tem o seu negócio e está com dúvidas sobre como divulgá-lo? Você já tem uma forma de divulgação, mas não está dando certo? Ou… infinitas possibilidades para você estar lendo este post, certo?

Sendo assim, começaremos pelo básico: O que é um site e como criá-lo? O que é um site responsivo? E o que significa a sigla SEO que tanto dizem?

 

O que é um site e como criá-lo?

 

A palavra site refere-se a um caminho eletrônico ou mais popularmente chamado de página na web, onde a empresa pode criar um domínio na internet que possibilitará a construção de seu endereço eletrônico com conteúdo de texto, imagens, etc, através de uma ferramenta que se chama HTML (que nada mais é que uma linguagem de dados).

Dentro deste poderoso meio de comunicação ficará as informações mais importantes de sua empresa, como uma apresentação institucional. Precisa conter a história da empresa, missão, valores, imagens do que sua empresa oferece (produtos e serviços), entre muitas outras coisas bem bacanas que podem ser inseridas.

Para criar um site recomendamos que seja desenvolvido por um profissional, pois a imagem de sua empresa estará estampada na web, sem contar as questões de programação.

Pode parecer fácil, devido a empresas que oferecem que você mesmo crie seu site de maneira online e gratuita, mas o profissionalismo em seu cartão de visita (que será o seu site) é muito importante nesta tomada de decisão. Opte por profissionais qualificados e especializados na área.

No momento da formulação da sua página na web você perceberá que existem vários sistemas de gerenciamento de conteúdo, como o WordPress, mundialmente mais utilizado por profissionais e empresas.

Uma boa conversa com um programador poderá lhe mostrar todas as possibilidades para o seu negócio.

 

O que significa SEO?

 

SEO é uma sigla em inglês que traduzida se transforma em “otimização para mecanismos de busca”. Essa otimização vem de técnicas aplicadas pelas regras do Google que visam potencializar bons lugares no ranking de buscas orgânicas para aquele site que melhor explorar o seu conteúdo.

Com um site otimizado você garante uma vaga nas buscas orgânicas e um lugar especial no coração do cliente. Traduzindo, o seu site pode te proporcionar leads orgânicos! Você não precisará pagar por eles desde que você ofereça conteúdo de valor e adequado às regras do doutor sabe tudo: o senhor Google.

 

O que é um site responsivo?

 

É importante ressaltar que todo site deve ser responsivo. E para explicar o que isso significa, vamos citar algo corriqueiro:

Você está buscando um produto na internet e dá de cara com o site da empresa que oferece o tal produto, mas ao clicar e visitá-lo você percebe que está tudo desconfigurado, as imagens não se adequam à tela do seu celular, fica tudo confuso e difícil de encontrar.

Você então opta por sair do site e procurar outro que tenha uma aparência melhor. O que você não sabe é que não se trata apenas de aparência, mas sim de um site que não é responsivo, ou seja, ele não se adequa ao dispositivo de pesquisa do usuário, que no caso é você, usando o seu celular.

Um site responsivo deve se adequar ao objeto de pesquisa que você está utilizando, seja tela de computador, notebook, celular ou tablet. Esta técnica é feita para adaptar, de forma inteligente, a todas as resoluções sem apresentar qualquer distorção.

Não confunda um site responsivo com um site que apresenta uma versão mobile.

Atualmente no Brasil temos 420 milhões de aparelhos digitais ativos e devido ao aumento de pesquisas realizadas pelos smartphones, as empresas costumam criar sites que tenham versão mobile para usuários.

O que quer dizer que o site detecta se você está navegando por computador, notebook e/ou celular e atualiza a interface do mesmo para facilitar a visualização de seu conteúdo.

Atualizar a interface não é o mesmo que adequar-se a qualquer modelo de celular. Entenda:

Um site responsivo é todo site que foi criado para se adaptar a qualquer dispositivo de pesquisa. Um único site, que funciona e se adequa a diferentes resoluções.

Um site com versão mobile é todo aquele que possui um segundo site, feito exclusivamente para smartphones, porém específicos.

Opte pelo site responsivo e te diremos 4 porquês:

1. Qual é a experiência que você quer passar para seu usuário?

Antes de pensar na resposta foque nesta informação: o Brasil já tem, oficialmente, mais smartphones ativos do que pessoas.

Dito isto, pense no perfil do consumidor. Se ele está comprando smartphones nesta amplitude é porque ele precisa do produto. As pessoas estudam através de celulares, trabalham, se relacionam. Elas não vão querer menos que o melhor para esta experiência.

Então pense como consumidor, você quer o site que se adeque a todos os meios de chegar à informação que você possui em casa, ou você prefere aquele que vai mostrar as informações que interessam apenas na interface e naquele momento?

2. Cresça no Google através do SEO e alcance mais leads!

O Google (maior plataforma de buscas do mundo) tem um apreço por sites responsivos e que tenha o SEO alinhado! Isto porque pesquisas feitas pelo smartphone gera um maior tráfego orgânico (os que não são pagos) e potencializa as visitas ao seu site que estará, com certeza, adaptado às técnicas de SEO.

3. Site responsivo: diminuição na taxa de rejeição

Voltando lá para o parágrafo dois da pergunta “o que é um site responsivo?”, te colocamos em uma das mais comuns atitudes do consumidor online: ele entra no site, se estiver tudo confuso, tudo desconfigurado, ou seja, se o site NÃO FOR RESPONSIVO, ele simplesmente sai da página e procura um site que melhor vá mostrar para ele as informações das quais ele visitou o seu site para achar.

Pronto, perdeu um potencial cliente. Agora imagine quantas vezes isso acontecerá, levando em consideração que, por dia, há 100 bilhões de acessos no Google, aquele que levará o seu site para o usuário.

4. Compartilhamento nas redes sociais é preciso

Compartilhar conteúdo rico e direcionado ao target gera um engajamento surreal e importantíssimo para sua empresa. Esteja presente nas redes sociais, compartilhe seu conhecimento em forma de conteúdo por lá também! Deixe que as pessoas compartilhem a sua visão de mundo e o que mais importa: sua marca, seu legado.

Vale ressaltar que, se seu produto tem potencial de venda online, você pode solicitar ao seu programador que crie um projeto de e-commerce para sua empresa. Assim, além de garantir leads orgânicos, você poderá captá-los e vender o seu produto no mesmo momento.

Caso precise de mais informações sobre o que significa e-commerce, explicamos abaixo:

 

O que significa e-commerce? E como aplicá-lo?

 

 

Traduzindo para o português, e-commerce é um comércio eletrônico. É uma transação comercial feita especialmente através de um equipamento eletrônico, como o computadores e smartphones.

Em parceria com uma empresa de transações financeiras online, como o Pagseguro, seu site pode oferecer produtos com compra online.

Isso aumenta suas chances de conversão e faturamento e dependendo do ramo de atividade de seu empreendimento é, definitivamente, uma opção a se considerar.

Uma dúvida frequente é, como cumprir o SEO dentro do e-commerce? Obter leads no seu e-commerce acoplado às técnicas de SEO é totalmente possível.

Gostamos de explicar os conceitos com exemplos reais de negócios, veja bem, se o usuário está fazendo uma pesquisa sobre um determinado produto e/ou serviço quer dizer, quase sempre, que ele tem necessidade daquilo, que ele precisa adquirir ou ao menos pesquisar sobre! O Google no seu papel de buscador entende aquela pesquisa e reúne vários sites, que ele acha que atenderá às necessidades da sua pesquisa e apresenta para o leitor.

O Google tem o poder de segmentar e trazer para o seu site um lead qualificado, com um tráfego orgânico que não te custará nada, desde que seu conteúdo esteja adaptado e seu e-commerce esteja dentro daquilo que o cliente procura.

E o que podemos chamar de “aquilo que o cliente procura”?

  • Site seguro;
  • Pagamento seguro;
  • Descrição dos produtos e serviços oferecidos;
  • Comentários de compradores.

Manual básico para mostrar para o cliente que sua empresa é séria, você tem um site seguro com formas de pagamentos seguras, com a venda clara, informações precisas e comentários de quem já adquiriu algo do seu site e recomenda: bingo! Guarde isto para seu planejamento de e-commerce.

Conseguiu compreender como o SEO ajudará nas suas vendas, independente se o seu site for e-commerce ou não? Se ainda tiver qualquer dúvida referente a isso, por favor, escreva para nós, teremos o prazer em te responder.

Agora do ponto de vista do marketing digital, podemos somar a esta pauta 8 pontos essenciais na construção do seu site ou e-commerce. Veja:

 

  • Persona: é preciso idealizar e construir um site que seja direcionado para o público que você deseja atingir, sem deixar de se comunicar com todos os usuários que possam passar por ele buscando informações. Aposte em campanhas, em produtos que sejam voltados para os seus compradores reais, assim você poupará tempo e dinheiro tentando atingir o mundo todo, quando você só quer uma única parte dele.

 

  • Funil de vendas: a jornada do consumidor são etapas bem simples, mas que requerem muita atenção e dedicação, pois faz parte do funil de vendas desde a decisão de adquirir um produto até o ato de sua compra. Para entender melhor este processo e melhor aproveitá-lo, transformando uma simples pesquisa em conversão, existem diversas campanhas e ferramentas que auxiliam neste processo.

 

  • Lead: Os leads, bastante citados neste texto, são oportunidades de negócios, não necessariamente clientes. Todo contato que chega até sua empresa, seja por telefone, rede social ou site, é um lead que pode ser explorado. É importante que você identifique se ele é qualificado (se há possibilidade de contratar o seu produto e/ou serviço) e que você planeje como acompanhará este lead à partir deste primeiro contato.

 

  • CRM: Os CRMs são sistemas operacionais, podendo ser chamados de softwares, que são responsáveis pela gestão dos leads, clientes, etc. Com ele você poderá cadastrar seus leads para acompanhamento até a conversão, cadastrar clientes, ter o registro de atividade dos mesmos, controle de follow-ups e diversas funcionalidades que muito dependerá do CRM escolhido pelo seu negócio. É de extrema importância ter acesso a um sistema organizador para sua empresa, pois otimiza tempo e te faz ter um entendimento maior e melhor do comportamento do seu consumidor.

 

  • CMS: conhecido como sistema de gestão de conteúdo, o CMS ajudará e muito na elaboração de conteúdo para o seu site. Com ele você poderá criar pautas com edição, publicação, tudo dentro de uma ferramenta que facilitará a construção dos seus textos e conteúdos para o site. E o melhor: muitos destes sistemas são acoplados com ferramentas de SEO com a possibilidade de, na escrita do seu conteúdo, ele mesmo analise como está a otimização dos textos utilizados no site. Bacana, né?

 

  • CTA: Traduzindo… call to action: são botões e chamadas que direcionam o usuário a fazer aquilo que você planejou em uma das estratégias contidas no funil de vendas.

 

  • Omnichannel: trata-se de uma estratégia de conteúdo adotada por canais que visam a melhor experiência do usuário. Por exemplo, sua empresa pode investir em campanhas on e off, desde que haja sinergia na comunicação de ambas. Isso é omnichannel, quando sua empresa atende seu cliente de forma on e off, de acordo com o perfil do consumidor. E como este assunto é extenso, prepararemos uma pauta completa, com mais informações sobre o assunto, fique ligado em nosso blog!

 

  • Por fim, o seu site pode ter Landing Pages: que são páginas de capturas que, normalmente, ficam escondidas dentro do seu site. Nelas são totalmente focadas as estratégias de conversão, aquelas, que tem um CTA bem definido. A ideia das landing pages é que você ofereça, através delas, um material de valor que faça com o que usuário interaja com sua empresa, seja através de preenchimento de formulário, deixando dados como e-mail, para o seu CRM, ou a venda, de fato. Se o foco da LP for capturar contatos através de formulário, você então terá com a landing page, leads qualificados. Afinal, se ele não tivesse interesse no que sua empresa oferece ele nem estaria lendo seu conteúdo, em primeiro lugar.

 

Nós explicamos todos esses conceitos para que você consiga compreender que uma estratégia não existe sem a outra e que para obter um site responsivo, que não lhe traga somente estrelas de usuários por se adequar à tela de seu smartphone, mas principalmente uma experiência de usuário que converterá pela excelência no seu atendimento online. Pense nisso e contate-nos se precisar de algo.

Compartilhe:

 

 

CONSULTORIA GRATUITA

Vamos definir juntos a melhor estratégia para o seu negócio. Agende um horário para falar com um de nossos especialistas!

Mangu Brand – Design de Identidade © Todos os direitos reservados.